Diagnóstico da Estrela de 5 Pontas

Muitas empresas, quando conhecem o Inbound Marketing, naturalmente associam ao Marketing de Conteúdo e a primeira coisa que vem na cabeça é: preciso investir em mais conteúdo para minha empresa.

Talvez você já conheça a nossa história mas é importante deixar claro. Já investimos mais de R$ 120.000,00 em geração de conteúdo (e outras técnicas) para o nosso negócio pois existia um Mito no mercado que, se você gerasse conteúdo interessante para seu público, naturalmente se tornariam clientes e comprariam nossos cursos e isso não é verdade!

Muita empresa já possui audiência na internet e não precisa gerar mais e mais conteúdo, só precisa trabalhar o tráfego que já possui.

Visitei empresas que possuem sites com mais de 60.000 acessos mensais e pagam outras empresas para gerar conteúdo só porque ouviram dizer que era uma tendência.

Depois que recorremos ao Diagnóstico da Estrela de 5 Pontas, percebemos que tínhamos uma preciosidade nas mãos e assim que aplicamos, no exato dia 2 de Janeiro colocamos o projeto novo no ar.

Sendo que, faturamos só nos primeiros 45 dias do ano o que faturamos no ano anterior inteiro!

Entendemos a lógica por trás da Estrela das 5 Pontas e onde estávamos pecando.

Sempre acreditei que precisávamos desesperadamente investir em cada vez mais e mais tráfego e ficamos especialistas em atrair tráfego qualificado para o site, mas vimos que só isso não é suficiente.

Então, é por isso que você precisa entender que existem 5 áreas que definem o seu potencial na internet, são elas:

  1. Atração: sua capacidade de atrair visitantes qualificados para seu site ou mídias sociais através de mecanismos de busca com SEO no Google, Bing, Yahoo ou Youtube. Ou através de anúncios como Links patrocinados, Facebook Ads, LinkedIn Ads, UOL Cliques, Guestpost, Publipost, banner ads, disparo em mailing de terceiros, Taboola, Outbrain, SMS Marketing entre outros.
  2. Conversão: sua capacidade de transformar esses visitantes em leads, que são pessoas interessadas no seu negócio e fazem um cadastro no site.A coisa mais importante que você deve fazer é criar uma base própria de contatos, e não adianta comprar base de terceiros que além de ser ilegal não é efetivo.Pedir para cadastrar na sua newsletter não é suficiente, você deve criar um material que valha a pena a pessoa cadastrar seu email e receber. Depois disso, é fundamental otimizar a página de cadastro.
  3. Relacionamento: sua capacidade de se relacionar estrategicamente com seu cliente de modo que ele vá “aquecendo” com o passar do tempo e sendo direcionado do topo para o fundo do funil de vendas.E isso não acontece simplesmente mandando conteúdo de forma aleatória por email ou nas redes sociais, aqui a estratégia é mais importante que o conteúdo em si.
  4. Vendas: sua capacidade de vender pela internet ou de fazer com que seu lead fique desesperado a ponto de te ligar pedindo para comprar de você.E para isso, é necessário entender o histórico segmentando sua base de contatos de acordo com o estágio de compra, para fazer uma proposta convincente e específica de acordo com o interesse e necessidade do cliente.
  5. Monitoramento: Pois como dizia William Edwards Deming: “O que não é medido não pode ser gerenciado”. Ou seja, de nada adianta você ter um belo potencial na internet se você está cego para as oportunidades que estão escondidas no seu universo. Você precisa saber exatamente qual é seu CAC – Custo de Aquisição do Cliente, o RSI – Retorno Sobre Investimento das suas ações, a taxa de conversão em cada etapa do funil, seu CPC – Custo por Clique, CPL – Custo por Lead, CPV – Custo por Venda e LPV – Lead por Vendas.

E se você estiver verdadeiramente disposto a extrair todo o potencial que a internet tem a oferecer, você está no lugar certo! Talvez você queira montar uma estrutura própria para desenvolver seu Marketing Digital ou talvez você queira fazer com o apoio de quem já chegou lá.

Sua empresa só vai ter resultado na internet se quiserem criar um negócio sólido usando o poder da internet (sem fórmula mágica e resultado em curto prazo).

Ou seja, fazendo um trabalho consistente a médio e longo prazo para ter uma estrutura sustentável na web. Afinal, sua empresa não decolou nas vendas já nos seis primeiros meses de vida, não é mesmo?

Se quiser agendar um Diagnóstico gratuito para saber se a sua empresa tem potencial para ter resultados rápidos ou se precisa construir uma base sólida, é só acessar esse link: http://bit.ly/1XpDjS9

5.00 avg. rating (100% score) - 3 votes